Categorias
Blog

Por que o curso de administração é o mais procurado?

Por que o curso de administração é o mais procurado?

Certa vez um aluno me questionou sobre qual a importância da administração para a sociedade e que não enxergava sua relação pois pouco colaborava para as necessidades básicas, assim lhe questionei: o que um administrador pode causar em uma gestão? Um administrador é responsável pela vida das pessoas, imagine por exemplo um gestor público que deixa de fazer determinados investimentos em saúde quantas mortes pode causar? Ou quem sabe um gestor de empresa privada que arrisca a vida de trabalhadores sem os devidos equipamentos de segurança?

A administração faz parte da essência da vida para todas as ações de nossa vida teve um gestor. Imagina um hospital quanto necessita de bons gestores, comprar o equipamento correto, motivar a equipe médica mesmo quando passam por momentos difíceis, cuidar para que nenhum medicamento falte e etc. Agora imagine um gestor de pequena empresa que gera o sustento de várias famílias por meio de sua ideia, fazendo com que aquele pai de família possa cuidar de seus filhos e ter seus momentos de tranquilidade e lazer.

Segundo o portal Educa mais Brasil o curso de administração ficou em primeiro lugar dos cursos mais procurado do Brasil em 2020, e não é para menos, dada a importância deste profissional e a versatilidade de sua profissão, com certeza é um grande investimento.

O profissional de administração além de abrir o próprio negócio pode trabalhar em diversas áreas como R.H., Gestão da Produção, Finanças, Marketing, Logística, estratégia e muito mais, e ainda desperta o interesse de quem busca um concurso público, pois é o mais desejado pelas instituições públicas.

Sem dúvida a administração é a profissão mais buscada pelo mercado, pois pode ser utilizada e combinada com qualquer área e um investimento de retorno certo.

Escrito por Rodolfo Neves Rosa – Professor do curso de Administração da Faculdade Alis. 

Compartilhe nas redes sociais!

Categorias
Blog

Quero fazer o curso de Direito: quais oportunidades posso ter como profissional no futuro?

Quero fazer o curso de Direito: quais oportunidades posso ter como profissional no futuro?

O curso de Direito normalmente é buscado pelas pessoas em função do grande leque de oportunidades que abre. Você pode ser advogado, pode buscar uma carreira na administração pública – e são dezenas de concursos que se apresentam para o bacharel em Direito; pode ainda ser jurídico interno de uma empresa… Enfim, este curso realmente amplia muito o universo de possibilidades profissionais…

Mas o curso de Direito é muito mais que isso. Ele não abre apenas possibilidades de trabalhos de ser um advogado, juiz, delegado ou promotor de justiça, ele garante a todos uma consciência única da própria cidadania!

Saber quais são os Direitos Fundamentais a que tem direito todo cidadão, entender como funcionam as instituições do nosso Estado Republicano, compreender as obrigações do Governo dentro de um Estado Democrático de Direito etc faz nascer em todos nós um senso crítico muito importante para toda a vida. O curso de Direito nos torna cidadãos mais completos.

Além disso, o Direito é muito legal e tem tudo a ver com os que não se acomodam, com aqueles que gostam de desafios, com quem quer mudar sua própria vida e ajudar a mudar a vida dos outros.

Como advogado, você pode trabalhar em grandes processos judiciais, pode ser um consultor jurídico empenhado em buscar soluções para as mais diversas situações, pode ser o fundador de uma startup jurídica para viabilizar o acesso ao judiciário de uma forma mais descomplicada, dentre outras possibilidades.

Como um juiz ou promotor de justiça, você pode transformar a vida de milhares de pessoas com ações positivas que vão impactar comunidades ou grupos minoritários que precisam contar com o Poder Judiciário para fazer valer os seus direitos.

Como defensor público, sua missão será sempre buscar defender os mais vulneráveis e garantir, a todos, sem distinção, o sagrado direito de defesa.

Se você se vê do lado daqueles que querem transformar, seu caminho começa por aqui.

Escrito por Gustavo Xavier – Empreendedor do Futuro do Curso de Direito da Faculdade Alis.

Compartilhe nas redes sociais!

Categorias
Blog

Como os profissionais da saúde podem atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde?

Como os profissionais da saúde podem atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem três diferentes níveis de atenção à saúde. São eles: nível primário, secundário e terciário. E qual é a diferença entre esses níveis?

O nível primário é considerado a porta de entrada do Sistema Único de Saúde, onde ações de promoção à saúde e prevenção de doenças são realizadas. Neste nível não há tratamento de doenças ou procedimentos complexos. Exames e consultas de rotina são realizados para manter uma vida saudável do indivíduo. Dependendo do estado de saúde do paciente, este é encaminhado para os níveis secundário e terciário.

As ações no nível primário podem diminuir consideravelmente o agravamento de doenças não transmissíveis, como a diabetes e doenças cardiovasculares. Os profissionais de saúde podem desenvolver campanhas de prevenção e promoção à saúde, palestras, desenvolvimento de cartilhas informativas, dentre outras ações que objetivam orientar a população sobre os cuidados com a saúde.

No nível secundário, o paciente recebe atendimento de profissionais da saúde mais especializados, como cardiologistas por exemplo. O paciente se submete a exames para diagnóstico da doença e tratamento específico.

Já no nível terciário, o paciente passa por procedimentos de alta complexidade, pois sua doença evoluiu para um estágio mais grave, precisando até mesmo de exames invasivos e cirurgias. A reabilitação do paciente também se encontra neste nível. O objetivo do profissional da saúde é restabelecer as funções do corpo que ficaram debilitadas com a doença.

Os profissionais da saúde precisam estar aptos para atuar em todos os níveis de atenção da saúde, desenvolvendo ações de promoção, prevenção, tratamento e recuperação do indivíduo, sempre visando a equidade e integralidade do paciente.

Escrito por Flávia Ribeiro, empreendedora dos cursos de Saúde da Faculdade Alis.

Compartilhe nas redes sociais!